Pilates Emagrece?

A cada dia que passa a ciência vem comprovando a importância da prática regular de atividade física para a manutenção de uma boa qualidade de vida. Partindo dessa informação, cada vez mais é possível vermos pessoas se interessando por exercícios físicos e dos mais variados. Isso inclui as atividades de baixo impacto, as quais na maioria das vezes harmonizam o corpo e a alma, evitam lesões e ainda proporcionam um relaxamento, produzindo um estado físico/emocional que a maioria das pessoas busca em função de suas rotinas agitadas.

O Pilates faz parte desta nova tendência de exercícios. Muitas das vezes chamado de exercício "ZEN", mas esse termo nem de longe define o verdadeiro significado prático desse método tão antigo, versátil e que a cada dia se mostra mais atual do que nunca. É uma atividade feita através do auxílio de aparelhos e acessórios específicos, englobando uma série de movimentos fluentes que são executados calmamente e em poucas repetições, sem levar o praticante à exaustão. Pois a eficiência não está na quantidade, e sim na qualidade do movimento e dos seus conceitos, alinhamentos e a constante preocupação com as compensações comumente geradas pelo corpo ao se deparar com tentativa de se executar de forma prolongada algum movimento de forma correta e alinhada.

Trata-se de uma modalidade muito boa para o corpo, pois trabalha intensamente os músculos profundos e a região do "Core", além de tonificar musculaturas das pernas, dos braços e do tronco, modificando a aparência e as medidas corporais; deixando o corpo mais delineado.

Promove ainda, uma melhora da oxigenação sanguínea, em função da respiração profunda que é realizada a cada movimento.

Quando o método não está sendo empregado para reabilitação, proporciona uma queima calórica (em média 400kcal por aula). Porém, este não é o seu objetivo principal.

O Método é considerado um exercício anaeróbico de baixo gasto calórico.

Portanto, para as pessoas que buscam emagrecimento além de realizar um bom acompanhamento nutricional. É indicado associar o Pilates, com exercícios aeróbicos como caminhadas, ciclismo, natação, vôlei, tênis, dança ou outros) com duração de pelo menos 40 min. Por no mínimo 3 vezes por semana. Beneficiando assim o sistema cardiovascular e obtendo um maior gasto energético.

Conclusão: O Pilates por si só, NÃO emagrece ! É fundamentalmente necessário se adequar a alimentação e introduzir a prática regular de exercícios aeróbicos em sua rotina de exercícios. E isso associado a prática regular de Pilates, proporcionará um corpo leve, alongado, tonificado e acima de tudo SAUDÁVEL !

Por: Bruno R. Padilha
Fisioterapeuta e Diretor Técnico do Espaço Vitta (Fisioterapia - Pilates - Acupuntura - Auriculoterapia)

Redes Sociais



Siga-nos também nas
Redes Sociais!

Webmail

Acesse aqui a sua Caixa Postal.
Área Restrita.